Com grandes sucessos como Black Mirror, Sense8 (que terá, finalmente, seu episódio final com duas horas de duração), Stranger Things, Narcos e várias outras, algumas séries acabam tendo seu brilho ofuscado e ficando escondidas na lista da Netflix. Uma delas é Easy e vou dar alguns motivos pra você começar a assisti-la hoje mesmo.

 

Easy é uma antologia, e, assim como Black Mirror, apresenta sempre uma mesma temática no decorrer dos episódios, mas cada um com de forma e perspectiva diferente, coisa que a Netflix vem tentando fazer e tendo grande sucesso. A série aborda o tema “relacionamento”, independente de qualquer tipo.

duas amigas tirando um self pelo celulcar frio casaco

A série surge falando sobre relacionamento, tecnologia e sexo de uma maneira simples e com uma veracidade bastante presente em comparação com os relacionamentos de hoje em dia. Isso faz com que o telespectador se identifique com as situações propostas em cada episódio. Cada episódio traz sua própria história sem que esta tenha ligação com o resto dos episódios. A duração média é de 30 minutos. É tempo suficiente, evitando que Easy, que é uma série simples, se torne tediosa (o que é um grande ponto).

Os personagens são bem construídos, mas sem fugir das características que vemos nas pessoas do dia-a-dia. Você não vai encontrar os esteriótipos que normalmente vemos em outros filmes e séries, justamente porque a série tenta retratar a vida como ela é, fazendo que você se identifique com as situações e os personagens.

Fiquei bastante feliz com a maneira com que o desenrolar dos acontecimentos nos episódios, e como o tema relacionamento é encaixado. Cada um deles é bem pensado e bem formulado para que não haja falha de roteiro e para que acabe de um jeito satisfatório para quem está assistindo, sem que falte informação. Por mais simples que as histórias possam ser, não são episódios sem pé ou cabeça.

Easy tem um estilo de série independente, o que é ótimo para quem gosta desse tipo de produção. E, apesar da participação de atores “não tão conhecidos assim” no meio cinematográfico, também podemos ver nomes de grande peso como Dave Franco (Vizinhos), Orlando Bloom (Piratas do Caribe), Elizabeth Reaser (Crepúsculo), Malin Åkerman (Watchmen) e Jake Johnson (New Girl).

casal se beijando na série Easy da Netflix
Algo que me cativou muito foi a trilha sonora que, além das músicas escolhidas serem ótimas, se encaixa muito bem com a série e com cada episódio. Ela consegue dar as emoções necessárias para momentos alegres, cômicos, tensos ou profundos. Você pode clicar AQUI para ouvir a trilha sonora no Spotify e AQUI para ouvir a trilha sonora de cada episódio separado no Tunefind.Easy é dirigida por Joe Seamberg, também responsável pela direção de um episódio da série Love (também da Netflix) e por filmes como Um Brinde À Amizade (2013), Você é o Próximo (2011) e Um novo Começo (2014).

Sem dar spoilers da série, deixo aqui alguns questionamentos que ela me trouxe. Será que os casamentos esfriam depois que alguns anos ou as pessoas que acabam abrindo mão de tentar? É tão errado assim tentar algo novo? Sair da zona de conforto é algo libertador ou assustador? E por fim deixo uma afirmação: vocês sempre pode recomeçar e tentar algo novo, se você quiser.

Veja o trailer de Easy:

Já começou a assistir? Conta pra gente o que você achou! 😀

Clique AQUI para ver nosso último post.

About The Author

Às vezes gosta de romance, as vezes não. Às vezes gosta de drama, às vezes não. Às vezes eclética, às vezes não. Não sou bipolar... às vezes. Bianca, sóbria a 19 anos. Viva a 18 anos. Admiradora de tudo o que parece mais não é, e futura alguma-coisa-da-vida. Adoro ler e principalmente ver as obras que eu gosto entrando no meio cinematográfico, por isso estou formando grupos rebeldes para atacar quem não sabe escolher personagens e muda a história na sua adaptação. Entre em contato: vamos-matar-quem-não-sabe-fazer@rebelião.com Viciada em filmes e séries, gosto de ter livros de capas bonitas mesmo que o enredo não seja bom e enlouqueço quando alguma personagem de qualquer história é uma garota badass. Eu deveria estar estudando.

Related Posts