Tudo e Todas As Coisas conta a história de Madeline, uma menina de 18 anos que sofre de imunodeficiência grave. Isso significa que ela pode ter reações gravíssimas e até mesmo morrer quando em contato com QUALQUER coisa, seja um alimento comum ou uma substância inofensiva para pessoas saudáveis.

Em virtude de sua doença, Madeline é obrigada a viver uma vida reclusa desde dos 3 anos de idade, quando descobriu a doença. As únicas pessoas que ela tem contato são sua mãe, que é também sua médica, e a enfermeira. Assim, a vida de Madeline se resume em seus estudos online, suas leituras diárias e partidas de jogos de tabuleiro. Até que uma nova família se muda para a casa ao lado. Madeline observa a chegada dos novos vizinhos e um deles em particular lhe chama a atenção – Olly.

Apesar da impossibilidade de se encontrar fisicamente com com o garoto, os dois acabam criando uma grande amizade através de e-mails e bate papos na internet. Olly é divertido, bonito e compreensivo. O único problema é que conversar pela internet não é mais suficiente para Madeline.

Pela primeira vez na vida Madeline não esta satisfeita com a vida que leva- ela quer mais, muito mais – o que faz com que quebre as regras e coloque sua vida em risco.

Ouvi Tudo e Todas As Coisas através do Audible, da Amazon, o que sem dúvida contribuiu muito para a  minha experiência ser positiva. Comecei sem muita pretensão, mas acabei gostando bastante da “leitura”.

Madeline é uma boa menina que mesmo com sua doença sempre levou a vida da forma ativa. Entretanto, conhecer Olly e provar um pouquinho das possibilidades infinitas que o mundo oferece foram os gatilhos para que Madeline arriscasse sua vida para realmente viver.

As reações de Madeline são reais e bem semelhantes com qualquer uma que teríamos caso estivéssemos em seu lugar. Como espectadores de uma história acabamos muitas vezes julgando as atitudes dos personagens, porém basta um momento de reflexão pra perceber que faríamos no mínimo algo parecido.

O desenvolver da história é bem interessante, pois podemos ver Madeline mudando de uma menina conformada para uma jovem corajosa e aventureira. A trama caminha em na direção esperada, porém o desfecho pode te pegar de surpresa assim como aconteceu comigo.

O livro sem duvida me lembrou um pouco de A Culpa e Das Estrelas, com toda essa vibe de “um menino que chega pra mudar a vida da menina solitária”. Inclusive também já foi lançado o filme baseado no livro. Veja o trailer:

Ainda ão assisti ao filme, mas pretendo fazer em breve. Sem dúvida a seleção dos atores principais -Madeline e Olly-já alegrou meu coração, pois ambos são MUITO parecidos com os personagens dos livros! Quem acompanha as adaptações de livros sabe quem nem sempre podemos desfrutar desse luxo… Assim que assistir venho comentar sobre ele por aqui.

Já leram o livro ou viram Tudo e Todas As Coisas? O que acharam? Vamos conversar por aqui 😀

About The Author

22 anos. Casada com seu príncipe dos 15 anos. Formada em direito. Julga o livro pela capa SIM e fica muito decepcionada quando um livro bonito tem uma história ruim. Adora assistir adaptações cinematográficas dos livros que leu e não se importa quando a história fica um pouco diferente do original, desde que as características e personalidades dos personagens sejam mantidas. Em resumo: apaixonada por histórias, seja na tela ou no papel. Deve esse vício à sua mãe, que é uma leitora as vezes ainda mais voraz que ela.

Related Posts